Policarpo

69

155

"Eu O tenho servido por oitenta e seis anos e Ele nunca me fez mal algum. Por quê então deveria eu blasfemar contra meu Rei e meu Senhor?"

Policarpo é um pai da igreja primitiva e bispo de Esmirna. Policarpo provavelmente viveu durante a época de alguns dos 12 apóstolos e depois serviu como líder da igreja pós-apostólica na primeira metade do segundo século. Durante seu serviço na igreja, ele escreveu uma carta para a mesma igreja de Filipos que Paulo endereçou; ele até escreveu no mesmo gênero das cartas do Novo Testamento, usando textos do Novo Testamento no processo.

É provável que João ou Paulo tenha sido uma fonte primária do pensamento de Policarpo. A forte possibilidade de dependência de Paulo baseia-se no uso das escrituras de Paulo na carta aos Filipenses e no fato de que ele estava tão familiarizado com uma igreja plantada por Paulo. A tradição cristã primitiva sustenta que Policarpo foi discípulo do apóstolo João. Muitas fontes antigas apoiam a ideia, mas algumas delas dependem do testemunho de Ireneu, que foi questionado por alguns estudiosos recentes.

A carta de Policarpo aos Filipenses é uma das primeiras escritas não canônicas da igreja. Nesta carta, Policarpo está preocupado em aconselhar os cristãos de Filipos a permanecerem fiéis a Cristo em suas crenças e práticas.

O martírio de Policarpo é uma carta composta pela igreja de Esmirna logo após sua morte e enviada à igreja em Filomélio. Pode ser o trabalho mais antigo conhecido de martirológio (um relato quase inteiramente dedicado a descrever o sofrimento de um mártir).

Fonte: Alexander H. Pierce, “Polycarp”, in The Lexham Bible Dictionary, org. John D. Barry et al. (Bellingham, WA: Lexham Press, 2016).

Livros que indicamos

Search

Para melhorar sua experiência, este site usa cookies.