Sobre a Palavra de Deus – CPRC


Thomas Miersma

Tradução: Marcelo Herberts

Respondeu Jesus: “A tua palavra é a verdade” (João 17:17).

Jesus não declara simplesmente que a Palavra de Deus contém a verdade, mas que é a própria verdade. O cristão que crê em Cristo como “… o caminho, a verdade e a vida” (João 14:6) é alguém que crê na Palavra de Deus depositada na Bíblia. Jesus mesmo explica a natureza dessa Palavra de Deus. Ele disse, “Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito” (João 5:39). É pela Palavra de Deus somente que nós conhecemos Cristo e a verdade do evangelho, que cremos e que somos salvos.

Mas crer nesse Cristo das Escrituras significa que nós também apoiamos essa Palavra tal como Ele o fez. O próprio Jesus declarou a respeito da Palavra de Deus, “A Escritura não pode ser anulada” (João 10:35). Ela é essencialmente uma Escritura (Jesus usa o singular e não o plural). Uma só Palavra de Deus, uma verdade indestrutível. E não contém erros. A verdade é por sua própria natureza oposta à mentira. Salientando que a Palavra de Deus, a Escritura, não pode ser anulada, Jesus não dá margem a mal-entendidos. A Escritura é verdadeira no seu todo, do início ao fim. Negue este fato, e você nega Cristo e chama Deus de mentiroso.

Quando Jesus disse que “A Escritura não pode ser anulada,” ele estava antes de tudo se referindo ao Antigo Testamento, já que o Novo estava ainda para ser entregue. Assim, o próprio Jesus falou a respeito da criação, e de Noé e o dilúvio como se tratando de fatos históricos. Não apenas isso, mas também quando Ele disse, “Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito” (João 5:39), expôs certos princípios. Primeiro, que toda a Bíblia é a Palavra de Deus a respeito de Jesus Cristo. Todo o evangelho, e não apenas uma parte do mesmo. Mesmo a lei representou Cristo por símbolos e ilustrações. Era em Jesus Cristo que, pela promessa, creram e foram salvos os santos do Antigo Testamento. Segundo, Jesus define a relação entre o Antigo e o Novo Testamento como de promessa e consumação. Ele diz, “Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir” (Mateus 5:17). Em harmonia com isso toda a Bíblia, que encontra a sua centralidade em Jesus Cristo, é a Palavra de Deus aos cristãos do Novo Testamento. Isso também significa que Deus não precisa reafirmar no Novo Testamento questões que foram sempre princípios claros da Sua Palavra. “A Escritura não pode ser anulada.” Portanto o Novo Testamento também declara a partir do Antigo Testamento que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça” (II Timóteo 3:16). Toda a Escritura significa toda a Escritura. Você conhece bem toda a Bíblia? A sua vida na igreja está fundamentada em “toda a Escritura?” Meia Bíblia de fé e prática é um falso evangelho. As Escrituras e o próprio Jesus assim o dizem.

Nem mesmo é diferente a doutrina de Jesus encontrada no Novo Testamento. Ela também é a Palavra de Deus. No contexto do Novo Testamento das Escrituras, Ele prometeu aos seus discípulos o Espírito Santo que enviaria. Ele disse, “Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir” (João 16:13). Por essa obra do Espírito, Jesus concederia à sua Igreja os evangelhos e as epístolas. Sua promessa aos seus discípulos era que o Seu Espírito “… lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse” (João 14:26). Essa promessa foi cumprida pelo fato de nos dar a Bíblia escrita em sua condição definitiva durante a vida dos apóstolos. A Bíblia foi entregue pelo Espírito Santo através dos homens no tempo, mas de uma forma tal que é plenamente a Palavra de Deus—não palavra ou opinião humana (II Pedro 1:20-21). Esse é o testemunho da própria Escritura, “inspirada por Deus” (II Timóteo 3:16).

Jesus ensina na Palavra de Deus um padrão duradouro de verdade para a igreja de todas as eras. “Eu sou a luz do mundo” (João 8:12). Sua luz não é fraca, obscura ou inconstante. A Bíblia pode ser lida e seu ensino pode ser devidamente conhecido e compreendido pelos crentes. Assim, aquele que crê em Jesus crê nessa Palavra. Ela é a própria doutrina de Jesus concernente à fé e à incredulidade na Palavra. Ele diz, “Aquele que pertence a Deus ouve o que Deus diz. Vocês não o ouvem porque não pertencem a Deus” (João 8:47).

Você deve dizer “Sua palavra é verdade” em obediência a Cristo, com relação ao ensino bíblico concernente à origem do mundo, concernente à graça e à salvação, concernente ao casamento e às regras do homem e da mulher, ou deve chamá-Lo de mentiroso em sua descrença. Você escuta a Sua Palavra?

Fonte: What Jesus said about, Rev. Thomas Miersma, cap. 2.

Para material Reformado adicional em Português, por favor, clique aqui.



Fonte: Covenant Protestant Reformed Church

Livros que você vai gostar

Você também vai gostar

Mais lidos

Conecte-se com o EvangelhoEterno.Org

COMPARTILHE!

Inscreva-se para novidades

O portal EvangelhoEterno.Org é um site cristão criado com o objetivo de contribuir para o avanço do Evangelho de Jesus Cristo em toda a face da terra.

Temos o desejo de que as pessoas estejam cheias da Palavra de Deus, que é a verdade absoluta, e do poder do Espírito Santo.

Saiba mais sobre nossa Política de Privacidade.

© 2022 EvangelhoEterno.Org | Todos os Direitos Reservados | Idealizado por Hudson Carvalho

Para melhorar sua experiência, este site usa cookies.