O Sinal e a Realidade do Batismo – CPRC


Rev. Ronald Hanko

Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto1

É fundamental, quando falando de batismo, perceber que o uso da palavra batismo no Novo Testamento tem dois sentidos diferentes. A falha em reconhecer isso freqüentemente leva ao equívoco e erro.

Algumas vezes quando o Novo Testamento usa a palavra batismo, ele está se referindo ao sacramento ou ritual: o que poderíamos chamar de batismo com água (Mt. 3:7; Mt. 28:19; Atos 2:38, 41; 1Co. 10:2). O batismo com água na verdade não é batismo, propriamente falando, mas o sinal do batismo, um símbolo apontando para uma realidade invisível e espiritual.

Em distinção do símbolo ou sinal, a realidade do batismo é o lavar dos pecados pelo sangue e Espírito de Jesus Cristo. Essa é a realidade da qual o batismo com água é apenas uma figura. Falando de batismo nesse sentido espiritual, é inteiramente apropriado dizer que o batismo nos salva (1Pe. 3:21).

Muitas passagens no Novo Testamento falam dessa realidade salvífica espiritual e não do sinal do batismo com água. As mais notáveis dessas são Romanos 6:3-6,2 1 Coríntios 12:13,3 Gálatas 3:27,4 Efésios 4:5,5 Colossenses 2:12,6 e todas aquelas passagens que falam de ser batizado no ou com o Espírito Santo.

Nenhuma dessas passagens fala de batismo com água. A menos que percebamos isso, cairemos em todos os tipos de erros e chegaremos a conclusões muito errôneas, tais como pensar que a água salva (1Pe. 3:21) ou que a água nos traz à união e comunhão com Cristo (1Co. 12:13).

A diferença entre sinal e realidade é evidente no fato que nem todos os que são batizados com água recebem a realidade do batismo. Nem todos os que permanecem sem serem batizamos com água perdem por causa disso a realidade espiritual do batismo, pela qual somos salvos.

Todavia, os dois estão relacionados. O primeiro é o sinal ou figura do outro, e isso não pode ser esquecido. Um sinal no qual lemos “Chicago,” mas aponta para “Houston” seria apenas ilusão e engano. O sinal sempre deve apontar para a realidade, se há de ser útil para nós. Assim, o sinal deve estar de acordo com a realidade, e a realidade com o sinal.

Por exemplo, a questão do modo do batismo com água pode até certo ponto ser respondida examinando-se o modo do batismo espiritual. Se perguntarmos, “Como somos batizados pelo sangue e Espírito de Cristo?” a resposta da Escritura é, “por aspersão ou derramamento.” Seria estranho, para não dizer enganoso, se o sinal e a realidade não estivessem de acordo nesse ponto.

Da mesma forma, a realidade também deve estar de acordo com o sinal. Não teria sentido de forma alguma ter o comer o pão e o beber o cálice, embora também representem a morte de Cristo, como símbolos da limpeza do pecado pelo sacrifício de Cristo. O sinal também deve sugerir limpeza.

De fato, Cristo nos deu o sinal para nos ajudar a entender e crer na realidade. Eu posso dizer: “Pode algo realmente lavar o meu pecado—remover todos eles? Isso é inacreditável! Meus pecados são grandes e muitos.” Então o sinal do batismo diz, “Tão verdadeiramente como a água remove a sujeira do corpo, assim o sangue de Cristo remove verdadeiramente o pecado,” e isso encoraja a minha fé em Cristo e no seu sacrifício.

Fonte: Doctrine According to Godliness, Ronald Hanko, Reformed Free Publishing Association, p. 259-260.

1E-mail para contato: [email protected]. Traduzido em novembro/2007. 2“Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.”

3“Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.”

4“Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.”

5“Um só SENHOR, uma só fé, um só batismo.”

6“Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.”

Para material Reformado adicional em Português, por favor, clique aqui.



Fonte: Covenant Protestant Reformed Church

Livros que você vai gostar

Você também vai gostar

Mais lidos

Conecte-se com o EvangelhoEterno.Org

COMPARTILHE!

Inscreva-se para novidades

O portal EvangelhoEterno.Org é um site cristão criado com o objetivo de contribuir para o avanço do Evangelho de Jesus Cristo em toda a face da terra.

Temos o desejo de que as pessoas estejam cheias da Palavra de Deus, que é a verdade absoluta, e do poder do Espírito Santo.

Saiba mais sobre nossa Política de Privacidade.

© 2022 EvangelhoEterno.Org | Todos os Direitos Reservados | Idealizado por Hudson Carvalho

Para melhorar sua experiência, este site usa cookies.